5 dos Lugares Mais Assustadores do Mundo

19:38 Diego Santos 0 Comments

5 - O Resort de San Zhi


San Zhi é um complexo que fica em Taiwan no meio de florestas e morros.
Ele foi construído nos anos 80 para ser um refugio, onde os ricos de Taiwan iriam tirar suas férias.

Acontece que quando o complexo de casas redondas futurísticas ?(que mais se pareciam OVINS) estava terminando, as obras foram abandonadas. Lá ocorreram vários acidentes com funcionários das obras, e abafadas pelo
governo.Moradores próximos,se recusam a chegar perto do local.
Dizem que existem crianças no local, que sugam sua alma.O local está totalmente abandonado a mais de 20 anos.


Ninguém tem os números de quantas pessoas morreram no San Zhi Resort.

4 - Floresta Aokigahara , Japão

 Aokigahara, também conhecida como Mar de Árvores , é uma floresta de 35km² situada na base noroeste do monte Fuji, no Japão


Aokigahara é conhecida por ser estranhamente silenciosa.Contam-se muitas lendas acerca da floresta. Algumas delas a relacionam com demônios e espíritos malignos característicos da mitologia japonesa e é conhecida por ser um local comum de suicídios. No ano de 2010, 54 pessoas completaram o ato na floresta, apesar de numerosas mensagens, em japonês e inglês, para que as pessoas reconsiderassem suas ações. Em média, são encontrados cem corpos por ano, alguns em avançado estado de putrefação ou até mesmo somente seus esqueletos.

A floresta é um lugar comum de suicídios, considerado o mais comum do Japão e o segundo do mundo, atrás apenas da Ponte Golden Gate, em São Francisco.As estatísticas variam, no período anterior a 1988, ocorriam cerca de 30 suicídios cada ano. Os números aumentaram desde então.6
Em 2002, 78 corpos foram encontrados dentro da floresta, batendo o recorde que até então acontecera no ano de 1998, quando 73 corpos foram encontrados. Em 2003, o número chegou a 100, quando deixou de ser divulgado pelo governo na tentativa de diminuir a relação da floresta com o suicídio, outras referências de entidades não ligadas ao governo e dados informais continuaram a existir. Em 2004, 108 pessoas se mataram na floresta. Em 2010, 247 tentaram suicídio, mas apenas 54 completaram o ato.O mês de maior número de suicídios no Japão é março, o fim do ano fisca no país.

3 -  A Casa em Amityville





Esta casa situada no número 112 da Ocean Avenue, em Amityville, Nova York, foi palco de um brutal assassinato em 14 de novembro de 1974. Aos 23 anos, Ronald DeFeo Jr. atirou e matou seus pais e quatro irmãos. Pouco mais de um ano após o crime, George e Kathy Lutz e seus quatro filhos se mudaram para a casa dos DeFeo. A família adorou a casa, mas as coisas mudaram após poucos dias. Mesmo depois de ter o lugar abençoado por um padre, a família começou a passar por situações estranhas, como ouvir ruídos, passos e sentir odores misteriosos. A versão dos Lutz sempre foi contestada, e muitos dizem que ela fez parte de uma jogada de publicidade para um conto literário. O fato é que a casa de Amityville ficou conhecida como um dos lugares mais assustadores dos Estados Unidos. Atualmente, ela está à venda e ainda é visitada por dezenas de curiosos que querem ver de perto o imóvel que inspirou livros e filmes.

2 - O lago dos esqueletos




Uma das especulações sobre os cadáveres é que se tratavam dos restos mortais de soldados japoneses que, durante a Segunda Guerra Mundial, teriam vagado pela área e não conseguiram sobreviver em condições tão inóspitas.

Além das montanhas do Himalaia, existe um lugar cheio de mistério e fascínio na Índia: o lago glacial Roopkund. Durante o inverno, o lugar de difícil acesso parece o cenário perfeito para visitar. Porém, quando chega o verão e tudo começa a derreter, centenas de ossos começam a aparecer e mudam completamente o visual do lago.
O Lago Misterioso – ou o Lago dos Esqueletos, como também é conhecido – foi descoberto em 1942 sem que houvesse uma explicação para a enorme quantidade de ossos encontrada no local.
1 - O Templo - Londres



O Templo é uma igreja construída em 1185, em Londres, pelos Cavaleiros Templários. Ela era utilizada por eles como seu quartel general e também para suas cerimônias secretas de iniciação. Com o fim dos Templários no século 14, a igreja passou a ser controlada pelos Cavaleiros de Malta até que no século 17 o rei James I assumiu a propriedade. A igreja tornou-se popular com o sucesso do livro “O Código da Vinci” que a cita como um dos locais que guardariam segredos referentes ao Santo Graal, ou à linhagem sagrada de Jesus, segundo a trama do romance. Durante o esplendor dos Templários nos séculos 12 e 13 várias figuras importantes lá foram enterradas e é possível ver suas monumentais efígies de mármore uma ao lado da outra no chão da igreja. O Templo foi construído por Heraclius, Patriarca de Jerusalém, em honra da abençoada Maria. Acredita-se que o local tenha guardado vários objetos sagrados vindos da Terra Santa além de ter abrigado várias das reuniões secretas e misteriosas dos Cavaleiros Templários. Parte do local é aberta a visitação do público, outras no entanto, é restrita. Muitas lendas correm pelas localidades próximas, uma das mais famosas é que ninguém que não passou pela fase de iniciação dos templários viu o que há no setor restrito do Templo e quem tentou se deu mal.












0 comentários: